Teoria do Fato Jurídico Esquematizada

Conceito:

Fato jurídico é todo acontecimento relevante para o mundo do Direito, previsto em norma, em razão da qual nasce, modifica, subsiste e extingue a relação jurídica. Portanto, a relação jurídica surge em virtude de fato jurídico e como aplicação e decorrência da norma jurídica.

Classificação:

Fatos Naturais (Fatos Jurídicos Strictu Sensu)

Os fatos naturais são acontecimentos que decorrem da natureza e, portanto, independem de vontade humana para que sejam manifestados ou mesmo quando o homem tenha alguma contribuição, geralmente de forma indireta, para a sua ocorrência.

São divididos em:

Fatos Naturais Ordinários – quando são esperados, como por exemplo, a morte, o nascimento, etc.;

Fatos Naturais Extraordinários – aqueles que são imprevisíveis, como terremotos, enchentes, raios, etc., que serão considerados apenas se gerarem consequências jurídicas. Ex.: Avião é atingido por um raio e todos os passageiros morrem.

Fatos Humanos (Fatos Jurídicos Latu Sensu)

Os fatos humanos são acontecimentos que decorrem de conduta humana, também chamado de fatos volitivos, por necessariamente, manifestarem vontade. Estas ações são dependentes ou independentes da vontade humana e podem criar, modificar ou retirar direitos humanos e afetar a esfera jurídica. Elas são classificadas em atos lícitos e atos ilícitos.

Atos Lícitos:

Todo e qualquer acontecimento da vida relevante para o mundo do Direito que dependa de vontade ou conduta humana e que seja reprimido por lei.

Negócio Jurídico:

Consiste na manifestação de vontade que procura produzir determinado efeito jurídico, embora haja profundas divergências em sua conceituação doutrinária.

Entenda as hipóteses de pagamento indireto
Autonomia da Vontade como valor presente no ordenamento jurídico.

Posts relacionados

No results found

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu